Encontra-nos no Facebook
Dieta da Seiva Natural no Facebook

Dieta da Seiva, há 30 anos a cortar gorduras em Portugal! ... Ver maisVer menos

Ver no Facebook

Dieta da Seiva

A cura do sumo de limão

A Cura do Sumo de Limão

 

Existem dois modos de efetuar a cura:

No primeiro, na versão original do Dr. Beyer, a bebida de seiva é ingerida durante 5 a 7 dias, atingindo-se um nível de desintoxicação mais profundo. No segundo, a cura é mais prolongada, de 7 a 10 dias, e permite a ingestão de uma refeição ligeira por dia*. Em ambas as versões o nível de perda de peso é idêntico. Esta última é aconselhada a quem faz a cura pela primeira vez.

 

* Idealmente a refeição deve ser à base de legumes de folha verde (brócolos, feijão verde, espinafres, alho francês, etc.) e pode ser preparada sob a forma de caldo ou com os legumes cozidos ao vapor. Em alternativa a refeição pode consistir numa salada. É ainda aconselhável, como preparação para a cura, ir reduzindo a ingestão de carne, de gorduras e de açúcares nos dias que antecedem o início da cura.

Um bom indicador do progresso da purificação é a língua, que por vezes fica coberta de uma camada branca ou amarelada durante a desintoxicação. Quando a língua fica de novo limpa e cor-de-rosa o processo de purificação pode dar-se por concluído.

 

Quantidade diária da bebida de seiva

No primeiro caso, com substituição de todas as refeições, tomar 2 a 2,5 Litros da bebida de seiva por dia. No segundo, com uma refeição ligeira diária, tomar 1,5 Litros de bebida de seiva por dia. Para além da quantidade aconselhada da bebida de seiva, pode beber mais líquidos, tais como água pura ou tisanas.

 

A função eliminação é essencial

Como a cura com sumo de limão é um processo de desintoxicação, convém ajudar a natureza na função de eliminação. A eficácia desta cura falha quando a eliminação é insuficiente; o resultado será tanto melhor quanto mais se eliminar. Em caso de necessidade, para a maior parte das pessoas, será suficiente tomar uma infusão laxante à base de plantas. Tome uma chávena logo de manhã e outra à noite antes de se deitar.

 

Outro método (a utilizar como último recurso) consiste em tomar água com sal. Prepara-se um litro de água com duas colheres de chá de sal marinho (não utilizar sal normal de cozinha). Tome a quantidade total de manhã com o estômago vazio. Em meia hora este sal limpa o trato digestivo. Pode repetir este processo até ao final da cura se necessário. Esta modalidade de modo algum deve ser utilizada em caso de hipertensão arterial.

Se, no início, a água com sal não produzir o efeito desejado é necessário aumentar ou diminuir a quantidade de sal, até encontrar a concentração adequada. Limpar o intestino não é prejudicial, porém é necessário fazê-lo de forma natural. É bom tomar à noite uma infusão laxante e de manhã a água com sal para eliminar. Se, por alguma razão, não quer ou não pode tomar a água com sal (para muitas pessoas é bastante desagradável) pode tomar a infusão laxante de manhã e à noite; a purgação é um ponto importante nesta cura.

 

Nem alimentos adicionais, nem comprimidos

Algumas pessoas pretendem tomar suplementos vitamínicos ou outros complementos dietéticos durante a cura, mas isto pode justamente ser a causa do seu fracasso. No decorrer do processo de desintoxicação as células libertam-se das suas impurezas, que começam por se acumular nos gânglios linfáticos.

 

Assim, a ingestão de alimentos e suplementos adicionais não é aconselhável e pode pôr em causa o êxito da cura.
No entanto, excetuam-se as situações especiais das pessoas que, por motivo de saúde, estão a tomar medicamentos prescritos pelo seu médico. Nestes casos a cura só deve ser feita com acompanhamento médico, no sentido de não comprometer a eficácia da medicação instituída. Em princípio, os medicamentos prejudicam a purificação e não se recomendam durante a cura. Porém, é sempre importante consultar o médico sobre a possibilidade de interromper uma medicação. Procure, de preferência, um médico que compreenda os métodos curativos naturais.

Por último, referimos que é particularmente desaconselhada a ingestão de café, por prejudicar o processo depurativo.

A maioria das pessoas fica surpreendida com a sensação de bem-estar que sente depois da cura. A maioria dos indivíduos pode prosseguir o seu trabalho normalmente durante a cura. Muitos notam que o seu ânimo melhora e que o seu dinamismo aumenta no final da cura.

 

Sensações de debilidade durante a cura

Durante a cura algumas pessoas podem sentir-se alteradas. A causa não está na cura de limão, em si mesma, mas no que ela interfere e traz à superfície. É possível que sinta mal-estar indefinido, tonturas ligeiras, dores de cabeça ou ainda que se sinta débil e com sono. Estes acessos de debilidade resultam da presença de toxinas na corrente sanguínea e não indicam carência de alimentos ou vitaminas. Se necessário descanse e torne a sua vida um pouco mais cómoda. A maioria das pessoas consegue executar a sua atividade normal. Persevere durante o tempo prescrito, não se dê por vencido e não se engane a si mesmo comendo guloseimas, já que isto vai colocar em perigo o sucesso desta dieta! No entanto, se algum dos sintomas se prolongar ou se tornar muito forte ou intolerável, é aconselhável procurar o conselho do seu terapeuta, médico ou nutricionista.

 

Os sintomas podem acentuar-se:

Se está presente uma situação crónica, como por exemplo uma erupção de pele, poderá inicialmente verificar-se um agravamento dos sintomas.

Não tenha medo! Isso apenas significa que o organismo quer libertar-se de todas as toxinas (a pele é precisamente um bom órgão de eliminação). Assim que as toxinas são eliminadas pelo corpo, restabelece-se o equilíbrio.

 

A cura com sumo de limão para alcoólicos e fumadores

Esta cura é um bom processo para aqueles que querem deixar de fumar ou de beber. As alterações químicas e a purificação que resultam desta cura são capazes de eliminar a sensação de carência e os múltiplos sintomas de carência que costumam surgir.

As dificuldades que surgem normalmente quando alguém quer libertar-se do álcool, do tabaco ou de outras drogas são consideravelmente atenuadas por meio desta cura. Se deseja deixar de fumar, mas é um grande fumador, não o faça repentinamente. É preferível reduzir gradualmente a quantidade diária de tabaco antes de começar a cura, de modo a poder deixar completamente de fumar ao chegar ao quarto ou quinto dia da mesma. O corpo tem ainda tempo para eliminar as toxinas acumuladas, de modo que muitas vezes o desejo de fumar de origem física desaparece por si só após concluir a cura. Se o seu desejo de fumar é também (ou apenas) de origem psicológica, uma cura com sumo de limão não irá necessariamente ajudar. Neste caso deverá recorrer a métodos psicológicos ou à meditação, que consolidam a segurança interior. Isto é muito importante, porque muitas vezes fumar não passa de um gesto que se repete para encobrir insegurança e timidez.

 

Como terminar a cura

A transição da cura com sumo de limão para a alimentação normal é muito importante. Tal como após um jejum prolongado, a tentação de comer imediatamente após a cura e em quantidade excessiva é bastante forte. Depois de termos dado ao aparelho digestivo alguns dias de descanso, devemos dar-lhe tempo para se acostumar, de novo, ao seu regime habitual. Isto demora dois ou três dias adicionais, só depois o organismo estará apto a assimilar de novo uma alimentação normal.

Quem opta pela segunda modalidade, no primeiro dia toma vários copos de sumo de laranja natural durante a manhã. Continua a beber seiva mas, neste caso, com menos sumo de limão. Come a sua refeição ligeira (almoço ou jantar) e eventualmente introduz uma refeição suplementar (uma salada).

No segundo dia já poderá comer uma peça de fruta ao pequeno-almoço, continuando a beber sumo de laranja durante a manhã, até à hora do almoço. Ao almoço pode comer uma refeição de legumes mais consistente e também um pouco de pão torrado ou uma tosta. À noite poderá comer uma salada e uma peça de fruta (maçã de preferência). Ao terceiro dia já pode introduzir, por exemplo, cereais integrais.

Não comer carne, peixe ou ovos, nem pão fresco, pastéis, café ou leite, durante os três primeiros dias após a cura. A partir do quarto dia pode comer de novo normalmente.

Quem opta pela primeira modalidade, em que não ingere qualquer outro tipo de alimentos, no primeiro dia toma apenas vários copos de sumo de laranja natural. Beba devagar! Nos dias seguintes pode continuar com o programa que acabou de ser descrito.

Consulte aqui outros regimes com o Xarope de Seiva Natural

Outros Regimes